Associação Desportiva Ateneu Mansor/Smel
Rua Saad Abdalla Gattaz, nº 200 - Sala 30 - Distrito Industrial
São José do Rio Preto - SP
Tel: (17) 99149-1280 - judoateneumansor@gmail.com
Coordenação: Léo Eduardo Secches Mansor
Faixa Preta 5º Dan - Professor de Educação Física (CREF 8.667 G/SP)

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

AD São Caetano anuncia contratação

Sem dinheiro, cidade do ABC deixa competitividade de lado para apostar na nova geração

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

Diogo Silva, do ta kwon do, foi um dos atletas recontratados por São Caetano

Publicidade

A prefeitura de São Caetano anunciou nesta quinta-feira (23) que vai priorizar a detecção de talentos a partir deste ano, com um projeto que começa a ser implantado em escolas municipais depois do Carnaval. Haverá manutenção de equipes de alto nível, segundo o secretário de Esportes Mauro Ckekin, mas com uma reestruturação, que incluirá reformulação dos salários dos 600 atletas que farão parte das equipes da cidade.
De 27 modalidades, 23 serão mantidas - saem biribol, boxe, karatê e kickboxing. Equipes como as do vôlei, feminino e masculino, mais a masculina de handebol, serão “rejuvenescidas”, com a dissolução da comissão técnica e dispensa de atletas. Para o secretário, “mais fácil é reconstruir do que reformar”, assim, em uma primeira instância, foram dispensados mais de 700 atletas, para a retomada de trabalho com cerca de 600 deles, com salários renegociados - para baixo, mas não apenas, segundo Chekin.


Edinanci, do judô, e Diogo, do tae kwon do, decidem pela permanência em São Caetano

O trabalho com técnicos, professores de Educação Física e estagiários em escolas serão feitos durante as aulas, com avaliações de alunos. Os que mostrarem mais aptidão a determinadas modalidades serão encaminhados para equipes já montadas. A prefeitura de São Caetano também irá trabalhar com parcerias para o basquete - com a CBB (Connfederação Brasileira da modalidade) e a empresa de José Carlos Brunoro, que já presta consultoria à entidade, para detecção de talentos para o esportes e para que sejam desenvolvidos de acordo com a metologia criada para Escola Nacaional de Treinadores. O vôlei também tem parceria, com a Federação Paulista e com a Secretaria Estadual de Esporte, Juventude e Turismo.
Com relação à extinção de equipes como a do boxe, Chekin falou da adequação de mercado, de custo-benefício para a cidade (que usava os atletas basciamente para os Jogos Abertos do Interior), além das dificuldades com relação a parcerias com patrocinadores.
Vôlei, basquete e handebol têm alto custo e também foi levado em conta o custo-beneficio, ainda segundo o secretário, que diz que manterá a “tradição”, mas com equipes mais jovens e também novas comissões técnicas. Uma das preocupacões dos atletas como do ta kwon do e do judô, que permaneceram, era com relação à toda estrutura multidiciplinar, que segundo o secretário serão mantidas - além dos técnicos, contam com psicólogo, nutricionistas, fisioterapeutas...
Essa adequação da prefeitura de São Caetano segue com verba de R$ 8 milhoes para os esportes, mas que serão distribuídos de maneira diferente, inclusive para lazer da população. A reformulação, para 2011, segundo o prefeito José Aurichio Jr. "atingirá todas as prefeituras, o Estado e mesmo o governo federal”. Ainda assim, mesmo com foco na descoberta de talentos, São Caetano pretende manter a tradição de seguir com o alto nível do esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário