Associação Desportiva Ateneu Mansor/Smel
Rua Saad Abdalla Gattaz, nº 200 - Sala 30 - Distrito Industrial
São José do Rio Preto - SP
Tel: (17) 99149-1280 - judoateneumansor@gmail.com
Coordenação: Léo Eduardo Secches Mansor
Faixa Preta 5º Dan - Professor de Educação Física (CREF 8.667 G/SP)

terça-feira, 24 de maio de 2011

Campeão Olímpico volta aos tatames

Clique aqui e confira matéria completa.

Fonte: UOL Esporte.

Ler mais: http://www.boletimosotogari.com/#ixzz1NIpI00vS

O campeão olímpico Satoshi Ishii chocou o mundo das lutas ao anunciar que deixaria o judô para se dedicar ao exclusivamente ao MMA logo após o ouro de Pequim-2008. Passados três anos, a estrela nipônica teve rendimento abaixo das expectativas no vale-tudo e agora dará outra guinada na carreira: voltará ao judô com a intenção de defender os Estados Unidos nas Olimpíadas de Rio-2016.

Segundo as tradicionais normas do judô japonês, um lutador nunca mais pode voltar a defender o país se trocar de modalidade. Satoshi Ishii sabia bem disso e causou grande discórdia em antigos mestres orientais ao anunciar sua decisão em 2008.

No mesmo instante em que deixou a modalidade olímpica, Satoshi Ishii foi projetado como uma das maiores promessas do MMA. Além do sucesso no judô, ele se tornou parceiro de treinos de atletas como Anderson Silva e Lyoto Machida, chegando a realizar um período de treinamentos na academia do carateca, em Belém.

As expectativas em torno do japonês também chamaram a atenção do UFC. Ishii abriu negociação com o presidente do torneio, Dana White, mas acabou seduzido pelo alto salário do DREAM - franquia japonesa que o contratou com o intuito de levantar o MMA no país novamente.

Mas desde sua estréia contra outro ex-campeão olímpico do judô (Hidehiko Yoshida), Ishii não deslanchou. Após ser derrotado por pontos em sua primeira luta no vale-tudo, ele somou quatro vitórias consecutivas. Porém, todas elas contra adversários do segundo escalão.

O estilo do japonês não mudou: ele não conseguiu abandonar as raízes do judô. Derrubava os rivais após pouco tempo de luta em pé e buscava a finalização de alguma forma.

E como não vingou no vale-tudo, Satoshi Ishii decidiu voltar ao passado dos tatames. Já radicado nos Estados Unidos pelos treinos em academias como a Black House (dos irmãos Nogueira e de Anderson Silva), o japonês manifestou interesse em tirar a cidadania norte-americana com o desejo de participar dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário