Associação Desportiva Ateneu Mansor/Smel
Rua Saad Abdalla Gattaz, nº 200 - Sala 30 - Distrito Industrial
São José do Rio Preto - SP
Tel: (17) 99149-1280 - judoateneumansor@gmail.com
Coordenação: Léo Eduardo Secches Mansor
Faixa Preta 5º Dan - Professor de Educação Física (CREF 8.667 G/SP)

domingo, 30 de outubro de 2011

Jogos Pan-Americanos – Brasil bate recorde de medalhas

imagem

O Brasil fez história neste sábado, último dia de disputa da modalidade nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México. Com o ouro de Felipe Kitadai (60kg), a prata de Érika Miranda (52kg) e o bronze de Sarah Menezes (48kg) o país encerrou o evento com 13 medalhas, sendo seis de ouro, três de prata e quatro de bronze. As seis medalhas douradas dão ao país o recorde de títulos do país no evento, superando as edições de 1987 e 2003, quando o judô conquistou cinco ouros. Além disto, o judô masculino brasileiro se consagrou como o único em todas as edições de jogos a subir no lugar mais alto do pódio por seis vezes.
Com as 13 medalhas de Guadalajara, o judô brasileiro acumula 110 medalhas em pans. Maior rival dos brasileiros no continente, os cubanos encerraram a participação no pan atrás do Brasil no quadro de medalhas do judô, com 12 medalhas, sendo seis de ouro, três de prata e três de bronze.
Conquistaram o ouro para o Brasil em Guadalajara Felipe Kitadai (60kg), Leandro Cunha (66kg), Bruno Mendonça (73kg), Leandro Guilheiro (81kg), Tiago Camilo (90kg) e Luciano Corrêa (100kg). Foram prata Erika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg) e Rafael Silva (+100kg). Os bronzes ficaram com Sarah Menezes (48kg), Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg).
"Foi uma atuação excelente, mas, queremos sempre mais. Não é fácil, mas com o talento dos nosso atletas e o trabalho dos nossos técnicos tenho certeza que podemos mais. Fiquei muito feliz com o resultado do Kitadai, pois é uma categoria que estávamos buscando há muitos anos um atleta. Tem um potencial muito grande, pois teve a responsabilidade de puxar o país para um recorde. Todos os atletas se superaram", diz o presidente da CBJ, Paulo Wanderley.

Clique aqui e leia mais

FONTE – CBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário