Associação Desportiva Ateneu Mansor/Smel
Rua Saad Abdalla Gattaz, nº 200 - Sala 30 - Distrito Industrial
São José do Rio Preto - SP
Tel: (17) 99149-1280 - judoateneumansor@gmail.com
Coordenação: Léo Eduardo Secches Mansor
Faixa Preta 5º Dan - Professor de Educação Física (CREF 8.667 G/SP)

domingo, 10 de outubro de 2010

Grand Prix Feminino

fonte CBJ

A Oi/Sogipa Reação conquistou neste domingo (10), em Porto Alegre (RS), o bicampeonato do Grand Prix Nacional Interclubes de judô, principal competição por equipes do país. O time gaúcho venceu na final a Universidade Castelo Branco, do Rio de Janeiro, por 4 lutas a 1, com vitórias de Taciana Lima (-52kg), Yadinys Amaris (-57kg), Márcia Vieira (-70kg) e Rochelle Nunes (+70kg). O ponto da Castelo foi marcado por Bárbara Timo (-63kg). A Belo Dente/Minas Tênis Clube ficou com o bronze ao superar na disputa pelo terceiro lugar o São Caetano Unip por 3 a 1.
Na final, o confronto teve início na categoria leve, com vitória de Yadinys Amaris sobre Giullia Penalber por ippon. Na segunda luta, a Universidade Castelo Branco empatou a disputa com punição de eliminação (hansokumake) em Rafaela Silva por um ataque direto às pernas de Bárbara Timo. Após o empate, Márcia Lima venceu por ippon Yasmin Valverde (-70kg). Com 40kg a menos que a mexicana Vanessa Zambotti, o peso pesado Rochelle Nunes conseguiu um ippon que levantou a torcida e garantiu o bi para as gaúchas. Taciana Lima fechou o placar em 4 a 1 ao vencer Jessica Pereira por wazari.
"Eu fui com tudo para cima dela e o golpe encaixou perfeitamente. Mesmo com essa diferença de peso, acabei levando a melhor e estou muito feliz em ajudar a Sogipa a conquistar o bicampeonato do Grand Prix. Agora é hora de comemorar muito e aproveitar ao máximo, porque amanhã a vida já volta ao normal", conta Rochelle Nunes.
A Sogipa teve a parceria do Instituto Reação, do medalhista olímpico Flávio Canto e do treinador Geraldo Bernardes para contar com o reforço de Rafaela Silva.
A medalha de prata foi bastante comemorada pela Castelo. Bronze em 2009, as meninas do Rio de Janeiro subiram mais um degrau no pódio.
"No início do ano perdemos algumas atletas para outras equipes, mas mantemos a união e o foco para o Grand Prix. Acredito que a prata tenha sido um ótimo resultado, principalmente porque nos superamos durante toda a competição", diz Giullia Penalber.
A medalha de bronze do Minas Tênis Clube foi conquistada com vitória de 3 a 1 sobre a Castelo Branco. Na primeira luta, Erika Miranda venceu Tamires Crude por ippon. Na seqüencia, com um yuko, a medalhista olímpica Ketleyn Quadros passou pela vice-campeã dos Jogos Olímpicos da Juventude, Flávia Gomes. No terceiro confronto, Danielli Yuri empatou com Amanda Cavalcanti. O bronze veio com um ippon de Helena Romanelli em Gláucia Lima. Samantha Soares venceu Silva Pereira por ippon e marcou um ponto para o Azulão.
"Tínhamos no Grand Prix uma equipe que misturava atletas experientes e outras bem jovens. Mas essa troca ajudou o grupo a crescer ainda mais e esse bronze é resultado de muito esforço", diz Érika Miranda.
Na próxima sexta-feira (15), em Salvador (BA), tem início o Grand Prix Masculino.
CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GRAND PRIX FEMININO 2010
1º - SOGIPA - RS
2º - CASTELO BRANCO - RJ
3ª - MINAS TÊNIS CLUBE - MG
4º - SÃO CAETANO - SP
5º - ASSOCIAÇÃO DE JUDÔ ROGÉRIO SAMPAIO - SP
6º - FLAMENGO - RJ
7º - PINHEIROS - SP
8º - UNISUL - SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário