Associação Desportiva Ateneu Mansor/Smel
Rua Saad Abdalla Gattaz, nº 200 - Sala 30 - Distrito Industrial
São José do Rio Preto - SP
Tel: (17) 99149-1280 - judoateneumansor@gmail.com
Coordenação: Léo Eduardo Secches Mansor
Faixa Preta 5º Dan - Professor de Educação Física (CREF 8.667 G/SP)

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

De Rio Preto para o Mundo do Judô

clip_image001
Josiane Falco mostra a faixa preta: atleta, 63ª no ranking mundial, cobra mais apoio do poder público para o esporte.
Agência BOM DIA
A judoca Josiane Falco já conheceu várias cidades do mundo e não se cansa: quer conquistar muitos outros troféus mundo afora.
Aos 22 anos, a judoca já acumula o vice-campeonato brasileiro sub-23 e o terceiro lugar dos Jogos Panamericanos de 2010, em El Salvador.
Ela também já esteve em três edições de Copas do Mundo de Judô: em São Paulo, Romênia e Estônia, e de um Grand Slam em São Paulo.
A vontade de praticar o esporte começou quando ainda tinha 10 anos. “Fui assistir uma aula, me interessei e comecei a treinar”, conta. 
As primeiras aulas foram no clube  Palestra e, e agora vem treinando treina até hoje, sob a orientação do vice-campeão mundial Léo Mansor e Coordenador da Associação Desportiva Ateneu Mansor, mas representa o Municipio de São Bernardo do Campo onde encontrou apoio para seguir sua carreira.
Desde o começo a família fez questão de incentivar Josiane no esporte. “Eu jogava futebol e capoeira, fazia natação e praticava jazz”, diz. “Quando entrei no judô eles pensaram que logo eu iria parar”, lembra.
A identificação com o esporte foi de cara. Ela não teve dúvidas. “Sempre gostei de competir. Sem contar a disciplina e a filosofia do judô, que é muito interessante”, diz
Ela conta que o judô em Rio Preto é grande e cresce  cada vez mais. “Isso é bom. É um incentivo para os mais novos que querem participar do esporte”, diz.
Hoje a cidade conta com mais academias da arte marcial, mas para Josiane precisa de  apoio maior da prefeitura. “Fiemos tudo isso sem subsídio da prefeitura de Rio Preto para viagens. Tiramos dinheiro até do bolso. É preciso olhar para o esporte em geral. Incentivar novos atletas, o que acontece em outras grandes cidades como São Bernardo a qual represento atualmente.”
Atualmente, Josiane faz parte da Seleção Brasileira de Judô e é a 63ª atleta no ranking mundial. Mas, por causa de uma lesão está sem competir há seis meses. “Rompi os ligamentos do joelho durante a Copa, na Estônia”, conta.
Mesmo assim, a atleta já se prepara para voltar à ativa e continuar a viajar pelo mundo. “No dia 29 tem a seletiva pra ratificar a minha participação na Seleção”, diz. “Quero ir para as Olimpíadas de Londres, em 2012.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário