Associação Desportiva Ateneu Mansor/Smel
Rua Saad Abdalla Gattaz, nº 200 - Sala 30 - Distrito Industrial
São José do Rio Preto - SP
Tel: (17) 99149-1280 - judoateneumansor@gmail.com
Coordenação: Léo Eduardo Secches Mansor
Faixa Preta 5º Dan - Professor de Educação Física (CREF 8.667 G/SP)

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Ninguém conquistou mais que o Brasil em 2011

CBJ - Escudo O Brasil foi o país que mais conquistou medalhas no Circuito Mundial de Judô nos primeiros nove meses de 2011. Os dados são do site de estatística judoinside, principal da modalidade. Entre janeiro e setembro de 2011, os judocas brasileiros faturaram 83 medalhas nos principais eventos do mundo e estão uma frente do Japão, país mais tradicional do esporte. No mesmo período de 2010, o judô brasileiro ganhou 66 medalhas, tendo um aumento de 25%. Fazem parte do Circuito: Campeonato Mundial, Masters, Grand Slam, Grand Prix e Copa do Mundo.
O Brasil vem crescendo nas estatísticas da Federação Internacional de Judô. Desde 2002, quando tiveram início as estatísticas do judoinside, o país já conquistou 334 medalhas internacionais. Nos últimos três anos foram 39 medalhas em 2009 e 81 em 2010. No acumulativo das últimas nove temporadas, o Japão soma 781 medalhas.
"Esta posição de país com o maior número de medalhas no Circuito Mundial nestes primeiros nove meses do ano mostra que estamos no caminho certo. É um feito inédito e a CBJ continuará com investimento maciço para seguir na elite mundial”, afirma o presidente da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Paulo Wanderley Teixeira.
Das 83 medalhas conquistadas pelo Brasil nos primeiros nove meses de 2011, cinco foram na última edição do Campeonato Mundial, em Paris. As pratas de Leandro Cunha e Rafaela Silva e os bronzes de Leandro Guilheiro, Sarah Menezes e Mayra Aguiar deram ao país o melhor desempenho da história em números de pódios, superando Rio 2007 e Tóquio 2010, ambos com quatro.

Clique no link abaixo e leia matéria completa

http://cbj.dominiotemporario.com/2011app/site/index.php?acao=visualiza&modulo=noticia&id=2060

Nenhum comentário:

Postar um comentário